13/12/17 18:45

" Sindicato dos Professores das Escolas Públicas Municipais de Barueri e Região. "

IPRESB

IPRESB VIRA CABIDE DE EMPREGO DO EX-PREFEITO

Não é por acaso que o SIPROEM trabalhou muito para eleger um diretor para o Conselho Administrativo do IPRESB. A professora Lilian Rampaso, diretora do SPROEM, hoje é presidente do Conselho Administrativo do IPRESB, órgão que fiscaliza o Instituto. No início, a fiscalização estava muito difícil, considerando que alguns conselheiros, que deveriam representar os funcionários, estavam votando de acordo com a vontade do patrão. Ao sindicato cabe denunciar os fatos e ao servidor a obrigação de apoiar as ações do sindicato. A composição do Conselho Administrativo favorece os mandatários, já que para o governo é mais fácil eleger seus conselheiros além dos três que lhe cabe indicar, pois este conselho é composto por seis membros, três indicados pelo prefeito e três eleitos entre os servidores. O problema está nos eleitos que preferem votar com o governo esquecendo-se de quem os elegeu, os servidores, e normalmente votam com a administração. Além disso, há de se atentar ao fato de que muitos servidores em cargos comissionados de altos salários concorrem aos Conselhos do IPRESB para manterem os seus vencimentos numa eventual troca de governo, pois na legislação do instituto, ainda que o servidor eleito ou indicado, perca seu comissionamento, ele não terá prejuízos salariais enquanto perdurar o seu mandato. Diante disso, devemos estar atentos a quem colocamos lá para nos representar. Será que realmente estão interessados em defender os interesses dos servidores ou de manterem as regalias de seus cargos em comissão? O atual presidente do instituto, senhor Waine Amaro Billafon foi indicado pelo então prefeito Gil Arantes e só foi empossado graças aos votos desses conselheiros que viraram a “casaca”. Com isso, o caminho ficou aberto para “encabidar” os agregados do patrão como o Diretor Administrativo, Luciano José Barreiros, cunhado do senhor Gil Arantes que conseguiu uma “boquinha”, a Sra. Hiara, também cunhada, além de outros que no apagar das luzes da antiga administração conseguiram ser nomeados para receber polpudos salários a custa do servidor, pois são os servidores que mantém o IPRESB. Enquanto a prefeitura joga migalhas para os servidores, essa gente permanece “mamando nas tetas” do governo. A preocupação do sindicato é fiscalizar e cobrar lisura e transparência na administração do IPRESB para garantir que o servidor possa se aposentar no futuro. O sindicato entende que somente funcionários efetivos, concursados na cidade de Barueri é que deveriam ser nomeados para a administração do Instituto evitando que agentes políticos assumam essa responsabilidade e administre de acordo com os interesses de quem os nomeou. Por isso é dever de todos os funcionários acompanhar mensalmente as receitas e as despesas do IPRESB para evitar surpresas na hora de se aposentar. É preciso fazer uma limpeza no instituto e reformular o estatuto da entidade para evitar a continuação da “farra” imposta pela administração. Por isso, o SIPROEM continuará cuidando do patrimônio do servidor para que não aconteça o mesmo como nos institutos de outros municípios que quebraram por causa da irresponsabilidade dos administradores que enriqueceram e deixaram os servidores sem o direito de se aposentar. O IPRESB É DO SERVIDOR. VAMOS CUIDAR DO QUE É NOSSO!


Was This Post Helpful:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Lilian Rampaso